loader image

Vídeos

Nas Minhas participações em programas de tv o intuito é meramente informativo e não contem toda a complexidade de informações técnicas necessárias para avaliar o seu caso.

Programa GVT Da Gente

Dicas para um bom café da manhã.

Programa GVT Da Gente

Dicas para um bom café da manhã.

Programa Revista Curitiba - Dieta Detox

A detoxicação conhecida popularmente como desintoxicação não pode ser confundida com aquelas dietas super restritivas à base de sopas ou chás.

Programa Revista Curitiba - Dieta Detox

A detoxicação conhecida popularmente como desintoxicação não pode ser confundida com aquelas dietas super restritivas à base de sopas ou chás.

Programa Belleza Total - Alimentação Saudável No Supermercado

A nutricionista Débora Mocelin vai ao supermercado e acompanha as compras do repórter e dá algumas dicas de alimentação saudável.

Programa Belleza Total - Alimentação Saudável No Supermercado

A nutricionista Débora Mocelin vai ao supermercado e acompanha as compras do repórter e dá algumas dicas de alimentação saudável.

Sobre Chocolate Após 5 A 10 Minutos

Com moderação e fazendo parte de uma alimentação nutricionalmente equilibrada, pode exercer diversos efeitos benéficos e ser um grande aliado da sua saúde!

Sobre Chocolate Após 5 A 10 Minutos

Com moderação e fazendo parte de uma alimentação nutricionalmente equilibrada, pode exercer diversos efeitos benéficos e ser um grande aliado da sua saúde!

Sobre Alimentação Para Vegetarianos

Sim, é possível obter todos os nutrientes na dieta vegerariana.

Sobre Alimentação Para Vegetarianos

Sim, é possível obter todos os nutrientes na dieta vegerariana.

Série De Reportagens Para A BAND Cidade.

Verão, sol e férias! Dicas para manter uma pele bonita e saudável.

Série De Reportagens Para A BAND Cidade.

Verão, sol e férias! Dicas para manter uma pele bonita e saudável.

Sobre A Quantidade De Sódio Nos Alimentos

Sobre o guia da Vigilância Sanitária para a quantidade de sódio utilizado pela indústria alimentícia.

Sobre A Quantidade De Sódio Nos Alimentos

Sobre o guia da Vigilância Sanitária para a quantidade de sódio utilizado pela indústria alimentícia.

Caminhada

Participação da nutricionista em entrevista sobre a caminhada dos pastores e dicas de hidratação.

Caminhada

Participação da nutricionista em entrevista sobre a caminhada dos pastores e dicas de hidratação.

Programa Ó Gourmet - Dica sobre óleos

Dicas sobre alguns óleos e sua importância para a saúde.

Programa Ó Gourmet - Dica sobre óleos

Dicas sobre alguns óleos e sua importância para a saúde.

Programa Ó Gourmet - Alimentos Termogênicos

Alimentos com propriedades termogênicas como as pimentas e o chá verde.

Programa Ó Gourmet - Alimentos Termogênicos

Alimentos com propriedades termogênicas como as pimentas e o chá verde.

Programa Ó Gourmet - Fibras

Algumas dicas para adicionar fibras na sua alimentação.

Programa Ó Gourmet - Fibras

Algumas dicas para adicionar fibras na sua alimentação.

Programa Ó Gourmet - Bronzeado

Dica para manter o bronzeado mais bonito.

Programa Ó Gourmet - Bronzeado

Dica para manter o bronzeado mais bonito.

Programa Ó Gourmet - Dica Sobre Óleoginosas

Oleaginosas. Saborosas e nutritivas.

Programa Ó Gourmet - Dica Sobre Óleoginosas

Oleaginosas. Saborosas e nutritivas.

Leite E Derivados

Estudo sobre o consumo de leite pelos brasileiros.

Leite E Derivados

Estudo sobre o consumo de leite pelos brasileiros.

Programa Vitrine - Colesterol

Dicas de alimentação para auxiliar na redução do colesterol.

Programa Vitrine - Colesterol

Dicas de alimentação para auxiliar na redução do colesterol.

Programa Vitrine - Celulite

Dicas de alimentação para auxiliar o controle e tratamento da celulite.

Programa Vitrine - Celulite

Dicas de alimentação para auxiliar o controle e tratamento da celulite.

Alimentação Vegan

Sim, é possível obter todos os nutrientes essenciais para a saúde na dieta vegana.

Alimentação Vegan

Sim, é possível obter todos os nutrientes essenciais para a saúde na dieta vegana.

Alimentação Para O Verão

Dicas de alimentação para o período de férias do verão.

Alimentação Para O Verão

Dicas de alimentação para o período de férias do verão.

Emagrecimento

Bate papo sobre emagrecimento, dietas e alguns fatores que podem desencadear o sobrepeso e obesidade.

Emagrecimento

Bate papo sobre emagrecimento, dietas e alguns fatores que podem desencadear o sobrepeso e obesidade.

Suplementos Nutricionais e Esportivos

Atendimento e assessoria para lojas de suplementos nutricionais e esportivos

Suplementos Nutricionais e Esportivos

Atendimento e assessoria para lojas de suplementos nutricionais e esportivos

Ferramenta disponível em breve.

Festas de fim de ano

Iniciou a temporada de comemorações. Confraternização no trabalho, com os amigos, em família, Natal e Reveillon. Tudo isso acompanhado de muitos comes e bebes. É nesse momento também que as pessoas se dão conta de que o ano terminou e começam a lamentar todas as promessas que não conseguiram cumprir. Quando se trata de peso e gordura localizada, geralmente é frustrante. Nessa fase de festas e temperaturas elevadas, onde as pessoas se obrigam a utilizar roupas mais leves, que as expõem mais, a culpa entra em cena e a auto-estima despenca.

Está certo que o momento não é favorável para seguir dieta. Portanto como o verão está aí, faz-se necessário segurar o ponteiro da balança tomando alguns cuidados durante esse período:

Faça uma cesta de frutas frescas e uma bandeja com frutas secas. São nutritivas, ricas em vitaminas, minerais e fibras que aumentam a saciedade. Além disso, pode ajudar a enfeitar a mesa.

Tome cuidado com o tamanho das porções. As comidas desta época costumam ser bastante calóricas, por isso prepare porções menores para não precisar consumir nos dias seguintes.

Capriche nos vegetais antes de servir-se com os pratos mais calóricos e prove-os com moderação.

Prefira alimentos assados aos fritos. O alimento quando é frito triplica o seu valor calórico.

Durante o período de festas faça alguma atividade para gastar calorias. Pode ser uma caminhada, uma corrida, pedalada ou mesmo uma chegada à academia.

Modere as entradas, como queijos, pãezinhos, azeitonas antes das refeições.

Como é tempo de comemorar, as bebidas não podem faltar. Troque os vinhos brancos suaves, adocicados, pelos tintos ou brancos secos. Afinal, com moderação, tudo pode ser apreciado.

Antes de chegar à ceia de Natal e Reveillon não pense em deixar de comer ao longo de um ou dois dias, para depois comer tudo o que vier pela frente. Isso é um enorme erro e ajuda a engordar ainda mais! Mantenha uma alimentação saudável, com 5-6 refeições por dia em pequenas quantidades.

Lembre-se que cuidar da alimentação é um grande investimento para a sua saúde, estética e bem estar! E para o próximo ano, a dieta não deve começar do natal até o reveillon, mas sim começar do reveillon até o natal.

Menopausa, nutrientes e compostos

Menopausa é um estágio na vida da mulher no qual ocorre a parada da produção hormonal e conseqüente parada da menstruação. Ocorre entre 45 e 55 anos e a partir desse momento, pela modificação hormonal, muitas mulheres relatam desconfortos como ondas de calor, suores noturnos, insônia, menor desejo sexual, irritabilidade, depressão, diminuição da atenção e memória.

A falta de estrogênio causa as ondas de calor ou fogachos em aproximadamente 75 a 80% das mulheres. Estes são acompanhados por ansiedade, palpitações, sudorese e manchas vermelhas na pele. O estrogênio também é responsável pela textura da pele feminina e pela distribuição de gordura, e na sua falta pode ocorrer diminuição do brilho da pele e um acúmulo de gordura na região abdominal.

Outros sinais de redução hormonal:

  • Redução da massa muscular
  • Comprometimento na produção de colágeno
  • Perda da elasticidade da pele
  • Aumento de colesterol
  • Aumento de triglicerídeos
  • Absorção e captação de cálcio pelos ossos fica prejudicada

Com uma alimentação equilibrada e uso de suplementos alimentares, os sintomas produzidos pela menopausa podem ser minimizados.

Chá branco: Mais rico em catequinas que o chá verde, o extrato de chá branco que vem dos primeiros brotos da Camélia sinensis, aumenta o metabolismo basal, auxiliando no controle de gordura corporal.

Vitaminas e minerais: Aumentam a defesa antioxidante e previnem o envelhecimento cutâneo.

Boro: Mineral envolvido em várias reações químicas e bastante associado a densidade óssea e articulações.

Coenzima Q10: É um antioxidante que está envolvido com o processo de produção energética na mitocôndria. A coenzima Q10 diminui seus níveis com a idade, e a suplementação com esta, aumenta a energia, reduz a fadiga, além de melhorar o sistema imunológico e textura da pele.

ÔMEGA 3: Aumenta a fluidez das membranas celulares, melhora sintomas depressivos e controla a hipercolesterolemia (colesterol alto).

Curcuma Longa (Curcumina): Pode ser utilizado como tempero em alguns alimentos. Possui ação antioxidante.

Resveratrol: Encontrado no vinho tinto e suco de uva, possui efeitos estrogênicos em mulheres pós-menopausadas. Efeito cardioprotetor.

Cuidados nutricionais para a firmeza da pele

A preocupação com a nutrição é um grande aliado para os cuidados da pele. A premissa “nossa pele é o que comemos” ganha mais adeptos e mostra ótimos resultados. Além disso, a pele reflete o equilíbrio nutricional e metabólico de todo o organismo. Estudos mostram que o envelhecimento cutâneo, depende apenas de 30% de genética. Outros fatores, como exposição solar, estresse, alimentação como também o desenvolvimento fisiológico hormonal são os que mais respondem pela capacidade de elasticidade, firmeza e renovação celular.

Muitos alimentos conseguem prevenir os sinais do tempo, como rugas, flacidez e pele sem viço como também ajudam o nosso corpo a envelhecer melhor. Mas é importante saber que este benefício será proporcionado não por um ou outro alimento, e sim pelo equilíbrio das refeições durante o dia e também praticar atividades físicas regularmente.

As aplicações da nutrição para a pele são diversas. Há nutrientes que apresentam a capacidade de impedir o fenômeno natural, como as vitaminas lipossolúveis (A, D, E) e hidrossolúveis (C) que podem ser encontrados, por exemplo, na cenoura, abóbora, mamão, laranja, espinafre e brócolis. Alimentos ricos em vitamina C são essenciais, pois a substância é formadora de colágeno, responsável pela estrutura da pele, mantendo-a “esticada”. Com o passar dos anos, o colágeno vai se fragmentando, principalmente em regiões expostas ao sol e a pele fica sem firmeza. De oligoelementos com a mesma qualidade, merecem ser citados magnésio, selênio e zinco encontrados nos cereais integrais, castanhas, soja e carnes magras.

Em contraposição, os “inimigos” da cútis são: gorduras saturada e trans, carboidrato simples (doces e massas), produtos industrializados (com conservantes, corantes) e embutidos (como salame, paio, mortadela). Estes alimentos geram radicais livres que deixam a pele sem vida e desnutrida. Além disso, quando os açúcares juntam-se com uma proteína, ocorre um processo chamado de glicação celular, o que prejudica a formação de colágeno (proteína que causa firmeza do tecido muscular), provocando a flacidez de tecidos.

Receita para firmeza da pele:

  • ½ copo de suco de laranja concentrado
  • 1 cenoura pequena ralada
  • 2 fatias finas de beterraba
  • ½ copo de água mineral gelada

MODO DE PREPARO: Bata todos os ingredientes no liquidificador, coe e sirva imediatamente.

Este trio garante a firmeza da pele especialmente devido ao conteúdo de vitamina A, bioflavonóides, vitamina C e LPC-A, um precursor na formação de colágeno. A beterraba é campeã nesse composto. O bioflavonóide mais rico na laranja é a hisperidina, que garante maior circulação sanguínea.

SUPLEMENTAÇÃO

A suplementação alimentar visa complementar a dieta para resgatar o equilíbrio antioxidante da pele e também fornecer os substratos envolvidos na síntese e estrutura do colágeno (prolina, glicina, ácido ascórbico, cobre e manganês), na matriz e tecido de sustentação (glucosamina e silício).

Referências Bibliográficas:

  • Shindo Y. J. Invest Dermatol. 100:260-265, 1993.
  • Traber MG, Packer L. Vit E: Beyond antioxidant function. Am J Clin Nutr 32:150 15-95, 1995.
  • Stahl W, Sies H. Physical quenching of singlet oxygen and cis-trans isomerization of carotenoids. Ann NY Acad Sci 691:10-19,1993.
  • Dreno B et al. Changes in cutaneos zinc during skin aging. Ann Dermatol Venereol 119 (4): 263-6,1992.
  • Hojerová J. Coenzime Q10 – its importance, properties and use in nutrition and cosmetics. Ceska Slov Farm 49(3): 119-23, 2000.
  • Allgood VA et al. Vitamin B6 modulate transcriptional activation by multiple members of the steroid hormone receptor superfamily. J Biol Chem 267:3819-24, 2002.
  • Bates CJ et al. Human bioavailability of vitamins. Nutr. Res. 7:93-128, 1994.
  • Komatsu S et al. Antitumor effect of vitamin B6 and its mechanisms. Biochin Biophys Acta 1647:127-30, 2003.

Doce veneno

Todo mundo sabe que os alimentos ricos em açúcar e aqueles que têm alto índice glicêmico (ou seja, que viram açúcar no sangue muito rápido, como pães, doces e massas em geral engordam, principalmente na região abdominal e podem causar problemas de saúde como doenças cardiovasculares, resistência a insulina e/ou diabetes. A má noticia é que a flacidez, também está diretamente ligada ao consumo de açúcar e carboidratos simples ao longo da vida. Esse efeito é cumulativo, ou seja, tudo aquilo que você comeu de açúcar ao longo do tempo vai causando danos ao colágeno, até que chega um ponto em que a flacidez começa a ficar mais aparente, em várias partes do corpo cada vez mais cedo.

A glicose circulante (resultante de altos picos glicêmicos ao longo da vida) se adere a uma molécula de proteína (nesse caso o colágeno), formando os AGES – Produtos de Glicação Avançada, que são altamente reativos e levam à modificação das estruturas proteicas e estimulam o envelhecimento.

Além disso, o alto consumo de açúcar aumenta a formação de radicais livres, que, em excesso, alteram o funcionamento das nossas células favorecendo o envelhecimento celular.

A humanidade não usava açúcar na alimentação. Foi somente nos últimos 300 anos que o açúcar começou a ser produzido e consumido de forma cada vez mais intensa. Essa foi uma forma muito inteligente da indústria enriquecer, pois quem se expõe principalmente na infância, “vicia” o paladar com esse produto refinado químico e depois tem dificuldade em largar ou não consegue viver sem.

E quanto ao adoçante, a recomendação é: Nem açúcar e nem adoçante! Quanto menos, melhor! Aproveite o sabor natural dos alimentos, evite industrializados e tente “desviciar” seu paladar do sabor “doce”. Portanto, durante o processo de redução em algumas preparações você pode usar a estévia (edulcorante mais natural), o açúcar mascavo ou mel com moderação.

Isto porque, quando ingerimos o adoçante, as papilas gustativas presentes na língua percebem o sabor doce e o seu organismo recebe a mensagem que irá receber energia mas não recebe, isso faz com que você sinta mais vontade e compulsão por doces. Além disso, adoçantes sensibilizam receptores para o sabor doce do intestino, aumentando a absorção de glicose e estimulando a produção de insulina.

Mas não se desespere! Conseguimos adaptar o paladar com tempo e paciência. Procure reduzir o açúcar e adoçante gradativamente das preparações e procure um profissional de nutrição para avaliar se essa “vontade” de comer doces não é fisiológica. O que é muito comum, pois como as pessoas se alimentam de forma incorreta em relação a quantidades, proporções, horários e tipos de alimentos, no momento em que seu corpo entende que há falta energia você acaba tendo mais afinidade e vontade por alimentos de rápida digestão e absorção. Nesse caso doces e massas, devido a glicose ser o principal combustível do cérebro e do músculo.

Lembrando que o funcionamento do organismo é dinâmico, para a prevenção do envelhecimento precoce, nossas células precisam frequentemente, de uma série de nutrientes essenciais e de outros cuidados sempre orientados por profissionais qualificados.

DICA: Acrescente canela, orégano e alho no cardápio, pois ajudam a inibir o processo de glicação gerado pelo açúcar.

Frutas cítricas e seus benefícios

Quantas frutas cítricas você consumiu nos últimos dias? Se demorou a lembrar, talvez esteja trocando um dos alimentos mais importantes que a natureza criou por doces, bolachas ou chocolates.

Poderosas, as substâncias presentes nessas frutas são capazes de proteger células contra processos degenerativos e de envelhecimento, prevenir uma lista de doenças, revitalizar e devolver energia ao corpo. Alguns flavonóides cítricos presentes na fruta como a naringerina, a apigenina e hesperidina inibem a aromatase (que é conhecida por aumentar a formação de estradiol) e como consequência a inibição de carcinoma mamário, por exemplo. Também estimula o aumento de testosterona auxiliando no ganho de massa muscular e capacidade de resistir ao estresse.

Um estudo publicado pelo The American Journal of Clinical Nutrition, comprovou que quem inclui frutas cítricas na dieta, apresenta menos rugas do que os que não consumiam.

Além disso, a vitamina C, tem atuação múltipla, ela aumenta a capacidade de absorção do ferro, ajuda na coagulação sanguínea, na cicatrização de feridas e de queimaduras e auxilia no fortalecimento do sistema imunológico (que aumenta a resistência às infecções).

Outras pesquisas revelaram que a casca da laranja é rica em limonóides, substâncias que podem prevenir e controlar o desenvolvimento de certos tumores ao evitar os danos das substâncias tóxicas nas células do organismo. Também é rica em pectina, uma fibra solúvel que ajuda a aumentar a saciedade e reduzir os níveis de colesterol LDL protegendo contra as doenças cardiovasculares.

Para obter esses benefícios é necessário ingeri-las diariamente complementando as refeições com opções saudáveis ao longo do dia e sempre que possível, consumir com o bagaço, que concentra importantes ativos.

As frutas cítricas não são remédios, mas apresentam componentes capazes de prevenir doenças ou reduzir seu risco devido diversos efeitos metabólicos e fisiológicos benéficos à saúde. Vale a pena consumir diariamente !

De onde vem essa gordurinha?

Pedidos de receitas milagrosas para emagrecer, ou acabar com aquela barriguinha, um pneuzinho a mais, aquele culote que não vai embora, chegam todos os dias. Apesar de insistir que não existe uma fórmula milagrosa que se aplique a todos nós, hoje eu vou passar uma dica prática, fácil de fazer, barata, e que pode ajudar muito a resolver o seu problema.

Já vai de longe a época em que os profissionais que lidam com o peso costumavam dizer que só era gordo quem queria, ou que todas as pessoas com mais gordura no corpo eram preguiçosas, relaxadas ou até mesmo mentirosas. Hoje em dia se sabe que não é tão simples assim e que as pessoas têm metabolismos diferentes.

As pessoas podem aumentar peso por vários motivos como: comer demais, metabolismo lento (principalmente por fazer muitas dietas por contra própria), comer pouco e mal, que é a grande maioria, entre muitos outros fatores.

E honestamente o que mais impressiona é a falta de auto-conhecimento. Raros são os pacientes que sabem o que comem, quando comem, quanto comem, e porque comem.

Nesse caso é interessante o Di